03 – Noção de Teologia Moral

teologia moral

I. A Teologia Moral é o estudo científico da atividade humana em relação, mediante os princípios da fé e da razão, à consecução do fim último sobrenatural do homem.

Objeto material da Teologia Moral é, pois, o ato humano realizado com livre consentimento da vontade; o objeto formal é o ato humano enquanto é dirigido ao fim último sobrenatural.

II. A relação entre a Teologia Moral e as ciências afins. A Teologia Moral é a verdadeira e própria ciência teórico-prática, pois tomando seus princípios da Revelação, dela tira conclusões aptas para dirigir o hoem ao seu fim sobrenatural.

Difere, por isso:

 a)da Ética, a qual considera o homem em um plano puramente natural, e, partindo de pressupostos e de princípios de ordem puramente racional, tende a dirigi-lo à perfeição e ao fim natural.

b) Da Teologia Dogmática, a qual juntamente com a Moral, poderia constituir uma única ciência teológica, porque ambas partem de verdades de ordem sobrenatural. Mas enquanto a Dogmática trata de verdades de ordem sobrenatural em sentido especulativo, a Moral diz respeito às verdades de ordem prática e formativa. A primeira expõe e desenvolve verdades e fatos sobrenaturais concernentes à doutrina da salvação eterna que são patrimônio da fé. A segunda se traduz em um complexo de normas que regulam a atividade humana.

c) Da Teologia Ascética, porque esta não se interessa tanto pelo bem comum moral, quanto pelos meios e leis que regulam o progresso da vida espiritual, baseando-se em princípios tirados da Teologia Moral e Dogmática.

d) Do Direito Canônico, o qual coordena toda a atividade humana, não do ponto de vista das obrigações que empenham diretamente a consciência para Deus, mas com o fim de regular, atendendo à sua natureza social, as relações entre os fiéis e a Igreja.

e) Da Pastoral, a qual expõe as normas práticas para atender com fruto ao cuidado das almas, a exemplo de Cristo.

(DEL GRECO, Pe. Teodoro da Torre. TEOLOGIA MORAL – Compêndio de Moral Católica para o Clero em Geral e Leigos . São Paulo, 1959. Ed. Paulinas. Pg 23-24).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s